Transtornos Afetivo Bipolar


O Transtorno Bipolar é uma doença caracterizada pela oscilação do humor. Acredita-se que isso é causado pela alteração da neurotransmissão (em especial serotonina, dopamina e noradrenalina), que funcionando em desequilíbrio levam a um comportamento depressivo e de mania (euforia). Resumidamente, é caracterizado por dois polos diferentes de sensações e sentimentos, bem distintos, por isso é denominado bipolar.

A interação de fatores genéticos e ambientais está relacionada ao surgimento do Transtorno Bipolar, que pode afetar a qualidade de vida, desde compromissos profissionais até relações afetivas e familiares. “É um tipo de psicose importante e os pacientes têm comportamento muito instável. Eles não possuem foco, têm delírios de grandeza e dificuldade de convivência social”, diz a psiquiatra Carmita Abdo, presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Conforme estudo global que avaliou dados de 195 países, o Transtorno Bipolar atingia cerca de 43 milhões de pessoas em 2016.

 

Diagnóstico

O principal desafio para o Transtorno Bipolar é o diagnóstico precoce, o qual não é tão fácil de ser detectado. Muitas vezes, o paciente não percebe que tem o problema ou é tratado inadequadamente. “O bipolar tem um pensamento mais rápido que a fala, eles têm insônia, ficam em estado de alerta e não concatenam ideias. Eles tomam atitudes desastrosas como grandes  endividamentos, por exemplo”, diz Carmita. Outros sinais podem preceder o diagnóstico de Transtorno Bipolar, tais como comportamento agressivo, alucinações e delírios, perda de memória, além da dificuldade para lembrar datas e compromissos e a sensação de raciocínio lento, necessitando de um grande esforço para lembrar ações do cotidiano.

Por conta disso, para que o diagnóstico do Transtorno Bipolar seja mais rápido, é importante que as pessoas (amigos, familiares etc.) conheçam e saibam identificar alguns sintomas, o que contribui bastante para que o indivíduo seja encaminhado ao psiquiatra.

 

Tratamento

O tratamento do Transtorno Bipolar requer a busca pela combinação efetiva e personalizada de tratamentos farmacológicos e não farmacológicos

O especialista considera critérios bem específicos para a devida prescrição, que pode envolver diferentes medicamentos dependendo do período da doença. “Temos que saber o quadro real e a necessidade de cada paciente. O tratamento deve ser sempre personalizado e acompanhado por um especialista para controlar bem o Transtorno Bipolar. Assim, sem dúvida, podemos promover uma melhor qualidade de vida a quem convive com esse transtorno”, diz Carmita.

 

Fontes:

Associação Brasileira de Familiares, Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos (ABRATA).

http://www.abrata.org.br/new/oqueE/transtornoBipolar.aspx

http://www.abrata.org.br/new/artigo/alimentos.aspx

Cordioli VP et al, revisão técnica. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 5a ed. Porto Alegre: Artmed; 2014.

Delgado VB, Kapczinski F, Chaves ML. Memory mood congruency phenomenon in bipolar I disorder and major depression disorder patients. Braz J MedBiol Res. 2012 Sep;45(9):856-61.

GBD 2016 Disease and Injury Incidence and Prevalence Collaborators. Global, regional, and national incidence, prevalence, and years lived with disability for 328 diseases and injuries for 195 countries, 1990-2016: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2016. Lancet. 2017;390(10100):1211-59.

Geolocalizador


O Geolocalizador do Portal Positivamente é um sistema de busca que permite localizar com rapidez e praticidade os médicos especialistas em doenças do sistema nervoso central próximos de você ou local indicado.

Atenção doutor (a), se você é médico especialiasta em doenças do sistema nervoso central clique no botão abaixo para participar do nosso Geolocalizador.

Cadastrar

 

Ativar localização atual

uma iniciativa